fbpx
+55 21 ‭2239-6528 contato@thundermustard.com

Se você deseja aparecer nas buscas do Google e atrair pessoas para o seu site, você precisa ter uma boa posição nos rankings. Para isso, é crucial conhecer boas dicas de SEO.

O Google é o ponto de partida para que qualquer pessoa encontre algo na Internet. São mais de 40.000 buscas por segundo por todo o mundo. É por isso que não é fácil encontrar quais conteúdos são mais relevantes para o usuário.

Mas afinal, como começar com as estratégias de SEO? Quais táticas devem ser aplicadas nos sites para que os conteúdos apareçam nas primeiras páginas? Neste artigo, você descobrirá essas respostas e verá dicas essenciais para colocar a sua estratégia em prática. Continue acompanhando a leitura!

O que é SEO?

SEO é a sigla para Search Engine Optimization, que em tradução literal significa “Otimização para Motores de Busca”. Basicamente, é um conjunto de técnicas que visam posicionar uma página nos primeiros lugares dos rankings, melhorando sua classificação nos resultados do Google e de outros mecanismos de busca. 

Essas estratégias preparam o site como um todo para que os motores de busca saibam qual conteúdo existe ali e que ele é realmente relevante para o usuário. 

As práticas de SEO se dividem em duas:

  • On-page: técnicas aplicadas na própria página, como conteúdo, tempo de carregamento, densidade da palavra-chave, etc;
  • Off-page: técnicas aplicadas aos elementos externos relacionados à página. Um exemplo é o link building, em que há a obtenção de links de outros sites apontando para o seu.

Qual a importância do SEO para o seu site?

Para entender a importância do SEO, é preciso olhar para a quantidade de conteúdo que existe na internet. Na verdade, toda a internet é baseada em conteúdo, sejam blogs, sites, redes sociais, portais de notícias, dentre muitos outros. Outro ponto que também é preciso observar é a quantidade de consumidores desses conteúdos. A demanda é gigantesca! 

Por isso, é imprescindível saber como fazer o seu conteúdo se destacar no meio da procura dos usuários. Para conseguir isso, o caminho é: relevância. De forma resumida, você precisa oferecer a resposta que um certo grupo de pessoas está procurando. O próximo passo é garantir que eles encontrem a sua página. O papel do SEO é justamente esse.

O Google irá procurar deter essa demanda em grupos segmentados. Por exemplo: as pessoas que buscam pela palavra-chave “marketing digital” fazem parte de um grupo que procura saber mais sobre marketing digital. O SEO irá contribuir para que essas pessoas encontrem seu site de maneira orgânica (sem campanhas de anúncios). 

Se você conseguir fazer com que o Google saiba qual é o conteúdo da sua página e que ele é relevante, ele irá entregar esses conteúdos de forma mais intensa para visitantes que possuem grande potencial, como por exemplo aqueles que podem se tornar clientes. Consequentemente, você pode alcançar os primeiros resultados nos rankings e passar a receber muitos mais cliques.

8 dicas de SEO para ranquear melhor

Confira agora dicas de SEO valiosas para você que ainda está começando:

1. Analise a configuração do seu site

Para ter uma boa estratégia de SEO, é preciso incluir a configuração do seu site e verificar se ele irá contribuir para que o usuário tenha uma boa experiência ao visitá-lo. Por isso, analise os seguintes fatores:

  • Plataforma: seu site precisa contar com uma plataforma moderna e não desatualizada. Portanto, escolha utilizar plataformas rápidas, seguras e fáceis de otimizar. Caso você já utilize uma que seja difícil de otimizar, o ideal é migrar para uma nova com as características que já foram citadas. Por exemplo, caso o tempo de carregamento da sua página for demorado, isso é um fator que irá atrapalhar sua posição nos rankings;
  • Design: o design do seu site precisa ser amigável para o usuário e bem projetado para as estratégias de SEO;
  • Hierarquia: a hierarquia do site não pode fazer com que o usuário precise passar por muitas páginas até chegar no que é realmente relevante para ele.  Por isso, 3 ou 4 cliques a partir da página inicial é o ideal para que os conteúdos sejam realmente acessíveis.

2. Tenha uma estratégia de palavras-chave

Para alcançar as primeiras posições no Google, também é preciso contar com uma boa estratégia de palavras-chave. Elas são os termos que os usuários irão digitar no campo de busca e é a partir delas que irão encontrar o seu site. Para defini-las, você deve pensar nos tópicos que serão abordados. Portanto, elabore um brainstorm pensando nas seguintes respostas:

  • O que seus clientes procuram?
  • Quais produtos/serviços você oferece?
  • Qual mensagem você deseja passar?
  • Sobre quais tópicos você deseja escrever?
  • Sobre quais tópicos você escreve atualmente?

Após isso, você terá uma lista de possibilidades em suas mãos para escolher as palavras-chave que serão utilizadas. Basta agora reduzir essa lista com os seguintes passos:

  • Remova o que for irrelevante e desnecessário;
  • Junte os tópicos que forem semelhantes demais ou repetidos;
  • Priorize o que for mais importante e o que irá atrair visitantes com grande potencial para o seu site.

Agora, você deve utilizar ferramentas para pesquisar sobre quais são as palavras-chave ideais para corresponder a esses tópicos. Além disso, é fundamental analisar o que seu site já está ranqueando e o que os concorrentes estão ranqueando. Dessa forma, você terá tanto os tópicos que serão abordados quanto as palavras-chave que serão utilizadas.

O ideal é que a palavra-chave esteja presente em lugares importantes como: no início do título que aparece na busca do Google (o mesmo que aparece na aba do navegador), na meta description, na URL, nos intertítulos do conteúdo e nos textos alternativos de cada imagem (Alt Text). 

3. Conquiste links externos

Os links externos apontando para o seu site são importantes para que os mecanismos de busca o coloquem em posições de destaque. Para isso, você pode escrever conteúdos de qualidade, originais e valiosos. Assim, as pessoas irão desejar compartilhá-los e apontar para eles. Outro método é fazer conexões, parcerias e informar as pessoas sobre a qualidade do seu site, produto ou serviço. Mas lembre-se: realizar troca de links com os mesmos parceiros sempre pode ser uma ação identificada pelo Google, que pode penalizar sua página.

4. Tenha uma boa linkagem interna

Como já abordamos no artigo sobre links internos, o Google segue a estrutura de links do seu site para encontrar os conteúdos, funcionando como um guia para os mecanismos. Tenha atenção para que essa estrutura de linkagem interna seja estratégica para ajudar na sua classificação. Também é preciso pensar nas páginas que você mais deseja classificar, afinal, elas devem ter a maioria dos links internos apontando para elas.

5. Crie conteúdo de qualidade

Se você deseja aparecer nas primeiras posições, você precisa produzir conteúdos relevantes e de qualidade. Caso não seja, a probabilidade do usuário não voltar se torna muito maior. Afinal, o Google sabe como identificar quando um usuário não gostou do conteúdo. Por isso, é fundamental que o conteúdo passe das 500 palavras para ser mais completo, não haja plágios (seu site pode ser penalizado!) e não contenha erros frequentes de escrita.

6. Tenha URL’s amigáveis

O Google prioriza URL’s pequenas e objetivas. Portanto, certifique-se que elas sejam curtas e que contenham a palavra-chave. Outro ponto importante é nunca alterar uma URL. Isso pode ser tentador ao olhar para os artigos antigos, mas você perderá todo o histórico de tráfego que o conteúdo possui e passará a contar como um artigo novo.

7. Utilize o Yoast SEO

Se você utiliza o WordPress, você pode instalar o Yoast SEO. O plugin irá te auxiliar a rastrear alguns problemas de SEO, como o title, a URL, densidade da palavra-chave, meta description, dentre outros fatores. Além disso, ele também mostra um ponto indicando a classificação que ele deu para cada página (se é boa, se há problemas significativos e se há espaço para melhorias). Dessa forma, você saberá quais páginas precisam de maior atenção.

8. Estabeleça metas realistas

É fundamental estabelecer metas, mas elas precisam ser realistas. Os resultados de SEO aparecem a longo prazo, principalmente em sites novos. Isso porque os sites mais antigos costumam ter uma autoridade maior e os rastreadores do Google já estão mais acostumados a vê-los. Portanto, seja paciente e mantenha-se firme nas práticas de SEO. Opte pelas palavras-chave long tail (cauda longa), pois são mais específicas e têm menos concorrência do que as mais populares. Após seu site crescer, você pode ir atrás das palavras-chave mais curtas e importantes (head tail).

Agora você já tem dicas de SEO valiosas em mãos para colocar em prática! No entanto, não se esqueça que os algoritmos do Google estão sempre mudando e as práticas devem ser constantes para alcançar as melhores classificações. Para continuar nesta missão, você pode contar com a ajuda de uma agência de marketing digital com especialistas em SEO. Eles podem partir para práticas mais avançadas e ajudar a criar uma estratégia eficiente para o seu site. Até a próxima!