fbpx

As janelas de publicidade, de maneira geral, são ferramentas que acabam interagindo com o SEO de uma página e isso pode trazer efeitos tanto positivos quanto negativos, dependendo do tipo de janela e de como eles são mostradas para o usuário.

Para entender mais sobre isso, você pode solicitar uma consultoria em marketing digital, mas o próprio Google possui algumas diretrizes estabelecidas em relação a esses elementos e, com base nessas diretrizes, você pode entender como essa avaliação é feita e como o visitante do seu site pode interagir com esses elementos para que eles sejam usados a favor do seu negócio, e não contra.

Tipos de janelas de publicidade

Existem quatro tipos diferentes de janelas de publicidade: pop-ups, overlays, modals e interstitials.

Os pop-ups são janelas que abrem no navegador quando um usuário acessa uma determinada página ou hiperlink, e esse tipo de publicidade é abominado pelas diretrizes do Google. Inclusive, o Google Chrome é programado para bloqueá-los automaticamente quando o usuário acessa um site porque esse tipo de publicidade acaba atrapalhando a experiência dele, que normalmente também despreza esse tipo de anúncio, então o Google acaba intervindo para que esse inconveniente não aconteça, uma vez que ele precisa garantir que a experiência do usuário seja sempre a melhor possível.

Já os overlays são um tipo de pop-up mais sutil, digamos assim. Eles funcionam como uma espécie de superposição na página acessada pelo usuário, ou seja, atuam apenas como um elemento visual que não prejudica a navegabilidade do visitante do site porque ocupam apenas um pequeno espaço da página, sem levar o usuário para outra janela que não é de interesse dele.

Por tal motivo, esse tipo de pop-up é bastante utilizado pelos sites tanto para divulgar anúncios pagos, quanto pelo próprio site para ofertar promoções, descontos e materiais virtuais, como PDFs por exemplo, estratégia muito usada para aumentar o engajamento e a interação do usuário com o site sem criar os problemas que as pop-ups tradicionais causam dentro da perspectiva de análise do Google.   

Além desses dois, temos também os modals e os interstitials. Os modals funcionam como janelas de interação, como formulários de contato ou de inscrição que aparecem sobre o restante da página e, desde que não seja um spam, esse tipo de janela de anúncio também não costuma apresentar problemas para o Google porque não interfere na experiência do usuário.

Por último, mas não menos importante, temos os interstitials, que são janelas que aparecem como forma de divulgar o patrocinador daquela página e depois de alguns segundos de anúncio, o usuário pode ter acesso ao conteúdo que tem interesse. Porém, ao contrário dos dois exemplos acima, o Google também não incentiva o uso de interstitials, uma vez que eles atrapalham a experiência do visitante.

Entendidos quais são os quatro tipos de janelas de publicidade, podemos partir para a relação que elas têm com o SEO do seu site e quais são os fatores relevantes dessas janelas para o SEO propriamente dito:

Timing     

O momento em que a janela aparece durante a navegação é um dos pontos mais importantes para o SEO pois caso o elemento apareça logo no início do carregamento da página, ele vai impactar a experiência do usuário de forma totalmente diferente do que se ele aparecer após alguns minutos de navegação.

Portanto, é preciso analisar o conteúdo que será trazido nessa janela para programar o timing perfeito para a exibição dela para que ela se torne útil e relevante para o seu visitante, e não o afaste do seu site.

Além do timing, o tempo de duração do anúncio também importa! Se a janela não puder ser fechada pelo usuário, é fundamental que a exibição da janela tenha um tempo curto para não influenciar a experiência do usuário de forma negativa.

Interação do usuário com a janela

De acordo com as novas diretrizes do Google, quando falamos de dispositivos móveis (como smartphones e tablets), caso a janela de publicidade interfira na leitura do conteúdo da página, o Google poderá remover o anúncio, sendo passível até de punição dependendo do caso.

Entretanto, existem algumas exceções nesse caso, como quando é necessário colocar a idade para o conteúdo ser liberado, por exemplo. Caso contrário, o usuário deve ter a possibilidade de fechar facilmente a janela de publicidade para que ela não atrapalhe a legibilidade da página acessada.

Engajamento

O Google atua por meio dessas diretrizes para que as janelas de publicidade e pop-ups de maneira geral não prejudiquem a taxa de cliques do site, ou seja, o engajamento do público com aquela página pois se ele entender que você está oferecendo uma experiência ruim para o usuário, o seu site vai sofrer as consequências disso.

Para evitar que isso aconteça, você pode utilizar algumas métricas relacionadas a esses elementos para ver como o usuário está interagindo com eles e você não seja prejudicado por oferecer uma experiência de baixa qualidade pra eles. São elas:

1.       Taxa de rejeição

2.       Taxa de navegação

3.       Taxa de retorno de visitantes

4.       Tempo de permanência no site depois do elemento ser exibido

Essas métricas vão te mostrar em percentual como os usuários estão se comportando no seu site para que você possa avaliar se as janelas de publicidade estão interferindo de maneira positiva ou negativa na navegação do visitante, especialmente em dispositivos móveis, pois muitas vezes o conteúdo da janela atrapalha diretamente o acesso ao conteúdo da página.

Assim, você vai saber exatamente como deve usar esses pop-ups e outros recursos de publicidade (paga ou não) a favor do seu site, no que diz respeito a otimização de loja virtual ou de página institucional para melhorar o engajamento do usuário que procura por você nos motores de busca!

Entenda como as janelas de publicidade podem impactar no SEO do seu site
Avalie agora