+55 21 2239-6528 contato@thundermustard.com

Ter um conteúdo criativo e que se comunique bem com o seu público alvo é fundamental para o marketing digital da sua empresa, mas não é suficiente para que você consiga de fato vender o seu produto ou serviço. Para isso, você precisa ir além e criar um conteúdo online que converta esse público e funcione de fato como marketing.

Porém, antes de entrarmos nessa parte, nós iremos falar sobre algo que precede a criação do conteúdo: o contexto. Para produzir um conteúdo que funcione de verdade a favor do seu negócio é necessário que você analise muito detalhadamente qual o contexto em que ele vai ser produzido e entregue para o público alvo, pois se você errar nessa parte, todo o restante da sua estratégia será comprometido.

uma imagem sobre conteúdo que converteO marketing de conteúdo serve para agregar valor ao seu produto ou serviço ao consumidor antes mesmo de você tentar vende-lo, de modo que ele ache que realmente precisa ter o que você quer vender. Por isso é muito importante analisar o contexto em que você vai pensar esse conteúdo para que seu objetivo seja alcançado, pois ele vai funcionar como um direcionamento para que o seu público alvo veja real valor no que você quer vender sem sentir que você está forçando a barra para isso.

Além disso, ter um bom marketing conteúdo faz com que o seu negócio se destaque entre os seus concorrentes, o que traz mais credibilidade para a sua marca e, consecutivamente, consegue angariar mais clientes.

Mencionada a importância do contexto, falaremos sobre os três tipos de conteúdo que você vai precisar criar para chegar ao objetivo de converter o seu o público alvo em consumidores. São eles:

Conteúdo Fundamental (Cornerstone Content)

Esse conteúdo foi brevemente mencionado no nosso post anterior, o conteúdo fundamental é a base do seu site. Nessa parte, você vai pensar em tudo o que as pessoas precisam saber sobre o seu negócio para usar o seu site e comercializar com você. Além disso, esse conteúdo também precisa trazer informações importantes sobre o seu negócio e que você queira ranquear nos motores de busca para aparecerem em melhores posições dentro deles.

Resumidamente, o seu conteúdo fundamental precisa ser algo que valha a pena ser compartilhado e mencionado em outros lugares por meio de links. Dessa forma, você conseguirá atingir tanto o seu público alvo, quanto ser facilmente compreendido pelo Google, por exemplo, trazendo mais relevância para o seu site. De maneira geral, é o conteúdo que traz todas as informações mais importantes sobre o que você quer falar para o seu público usando as palavras que você quer que apareçam nos motores de busca como relacionadas à sua página quando os usuários procuram por elas.

Isso mostra que o SEO não tem a ver com enganar o algoritmo dos motores de busca, mas sim com a criação de um conteúdo tão relevante que as pessoas sintam vontade delas mesmas compartilharem e divulgarem aquele determinado site porque ele é visto como uma autoridade naquele determinado assunto.

Conteúdo de Conexão

Esse conteúdo está diretamente relacionado com o engajamento do seu público alvo com o que você faz. Não basta apenas ter um conteúdo autêntico e interessante, você precisa pensar em uma forma de fazer as pessoas ficarem realmente engajadas com o que você propõe. É nessa hora que a sua imaginação precisa aflorar para que você tenha muita criatividade e pense nas maneiras de conseguir chegar a um conteúdo relevante, que tenha significado e que consiga prender a atenção do seu público e achem que o que você escreve é tão bom que precisa ser compartilhado com outras pessoas, por meio das redes sociais, por exemplo.

Nesse momento, a escrita precisa receber uma atenção especial, pois há diversas formas de deixar um texto realmente interessante para o leitor. Use analogias, figuras de linguagem, metáforas entre outros recursos linguísticos relacionando o seu conteúdo com outras coisas legais e interessantes para chamar a atenção do leitor e fazer com que ele compreenda melhor o que você tem para dizer e aprendam algo com isso. Ter um bom conteúdo de conexão também aumenta a autoridade do seu site, pois se as pessoas perceberem que aprenderam algo com ele, vão enxerga-lo como referência.

É um conteúdo auxiliar e normalmente mais breve, e que vai fazer com que as pessoas cheguem até o seu conteúdo fundamental que traz o conteúdo mais completo e denso sobre o qual você fala para mostrar a sua autoridade.

Conteúdo de Conversão

É a parte pensada para fazer com que o seu público alvo realmente acredite no que você propõe e por isso queiram fazer negócios com você. Lembre-se que o objetivo final disso tudo é entender as necessidades e desejos do seu público alvo e oferecer o que eles precisam para sanar essas questões, fazendo com que eles se identifiquem com o seu produto ou serviço.

Muitas pessoas reclamam que não conseguem diferenciar os concorrentes quando querem comprar algo, pois não há uma identificação com a marca e com o que ela propõe, então o único critério de seleção para o público é o preço. Tendo um conteúdo que converte e que pensa em criar essa identificação entre o cliente e a filosofia e visão de mundo daquela determinada empresa, você acaba fidelizando aquela pessoa por isso e na hora de comprar algo, ela pensará em você em primeiro lugar.

O marketing de conteúdo funciona como uma ferramenta de sedução do público alvo, trabalhando para convence-lo a comprar a sua ideia de forma sutil, sem tentar convencer o consumidor de maneira forçada que vale a pena fazer negócio com aquela determinada empresa. Porém, você pode usar algumas estratégias que são mais explícitas na hora de converter o seu público alvo junto com todas as outras estratégias de marketing de conteúdo que já falamos em outra oportunidade aqui no blog da Thunder Mustard.

Tudo dentro desse meio acaba se complementando de alguma forma, então depois que você consegue fazer com que o seu público acredite na sua ideia e no seu produto, aprenda com ele e sobre ele sem se sentir forçado a compra-lo, você pode oferece-lo mais abertamente para ele e depois dele ter uma noção do valor do que você está vendendo, ficará mais fácil de convence-lo a fazer negócios com você.

Essa estratégia mais explícita recebe o nome de copywriting e é bastante tradicional dentro do universo do marketing e da publicidade e funciona de maneira um pouco diferente do marketing de conteúdo, pois ela não é tão sutil e procura converter o público alvo logo de cara, enquanto o marketing de conteúdo procura gerar valor para aquele produto ou serviço antes de tentar convencer o consumidor. Ambas as estratégias têm como objetivo final converter o seu público alvo, mas as duas caminham por estradas diferentes que levam a um mesmo fim, digamos assim.

Contudo, isso não significa que as técnicas de copywriting não tenham o seu valor. Pelo contrário, elas podem ser grandes aliadas na hora de pensar em um conteúdo que de fato converta o leitor, mas sem a necessidade de ser tão nítido.

Por fim, converta o seu público alvo

uma imagem sobre conteúdo que converte

Para criar um conteúdo relevante, que converte e que vai trabalhar ao seu favor no que diz respeito às vendas do seu produto é preciso sempre prestar atenção a esses três tipos de produção de conteúdo que abordamos nesse artigo. Utilizando as técnicas certas de maneira correta, você vai fazer com que o seu público alvo não só te veja como uma referência no seu nicho, mas também acredite no que você diz e vende, tornando-o assim consumidor da sua marca e consolidando ela no mercado.

Como criar um conteúdo que converte
Avalie agora