fbpx
+55 21 2239-6528 contato@thundermustard.com

Muitos sites existentes hoje possuem uma audiência global, mesmo que somente foquem em apenas um país. Sendo assim, você talvez queira aproveitar e dar o próximo passo para poder conseguir expandir e começar a chegar em uma audiência internacional. Essa decisão é muito importante e existem diversas complexidades para realizar esse trabalho.

Existem as questões mais comuns como a língua, mas pensando no SEO e na importância do Branding você pode encontrar algo mais especifico como a escolha de qual domínio usar para sua presença digital e exatamente isso que falaremos hoje.

Uso de ccTLD recomendados para usuários e motores de busca

Qualquer guia de SEO internacional disponível vai mostrar as diferenças entre as opções de subdiretórios, subdomínios e os chamados ccTLD(country-code top-level domain). A maior sugestão é que o site opte pelo ccTLD recomendado. Nesta lista do Google ela determina qual o alvo por pais e na verdade o ccTLD certo faz com que o ranking fiquem ainda melhores quando estamos buscando uma pesquisa especifica do país. Funciona muito mais que um Geotargeting nas configurações do webmaster tools ou então a localização do seu servidor.

Outra justificativa de usarmos o ccTLD é a experiência do usuário. Um visitante do seu site, mesmo antes de clicar nele sabe que um domínio que termina com .co.uk por exemplo é focado nas pessoas do Reino Unido. Você ficaria surpresa em como a localização importa mesmo para produtos 100% digitais.

Um usuário internacional, talvez não tenha um cartão de credito internacional ou não esteja interessado em lidar com uma empresa que não tenha suporte na área dele. Como resultado, mesmo que seu domínio apareça para buscas competitivas ao redor do mundo, você ainda pode ter um CTR baixo de usuários que estão procurando por uma marca local.

Desvantagens do ccTLD

Porem, o que esses guias de SEO não descrevem é o quão caro pode ser domínio internacional com ccTLD. Equanto a grande maioria dos domínios globais podem ser comprados por cerca de R$ 60,00 por ano, um domínio internacional pode custar centenas de dólares antes mesmo de possíveis taxas adicionais. Um domínio de Porto Rico (.PR) pode custar mais de USD 1000,00 por ano só de registro! O custo pode ser uma das maiores justificativas pelas quais empresas desistem de usar domínios internacionais.

Qual ccTLD usar?

Uma maneira de pesquisas é ver o que a maior parte dos grandes sites do país-alvo esta usando. Voce pode usar o ranking da Alexa de top domínios por pais ou simplesmente visitar os sites de empresas de telecom, marketing, automóveis, dentre outras. Por incrível que pareça nos 500 sites do topo, poucos escolheram uma estratégia com ccTLD. Uma das justificativas é que a maior parte desses 500 sites possuem uma marca tao forte que transcendem uma estratégia de usar domínios diferentes. Por exemplo, tanto o LinkedIn como o Facebook usam subdomínios para localizar pessoas fora dos Estados Unidos.

Insights

Fazendo uma pesquisa de uma grande quantidade de sites eu tirei algumas conclusões aqui que podem ajudar você a decidir sua estratégia

  • Muitos domínios não se importam de fazer um redirecionamento como por exemplo google.com.bi (Bolivia)
  • Alguns TLD’s foram criados pela ICANN mas não estão em uso
  • Google não aproveita todos os domínios como poderia (por exemplo o Google.ly)
  • Alguns domínios possuem redirecionamentos 301 para domínios não primários e outros 302 baseados na sua localização. Entre em http://www.google.tv e veja para onde ele vai te enviar.
  • Amazon não possui o Amazon.net
  • Amazon usa somente redirecionamentos 302 para outros domínios.

Copiar a estratégia dos outros nunca deve ser a sua estratégia principal, mas quando o assunto for sobre domínios internacionais, não deve dar errado seguir o que o Google faz.

Voltar para: Serviços de SEO

Qual extensão de domínio usar para um SEO internacional?
Avalie agora