fbpx
+55 21 99895-5298 contato@thundermustard.com

Uma campanha de Google Ads bem elaborada pode beneficiar uma boa campanha de SEO, trazendo resultados mais poderosos para o cliente. Isso acontece porque tanto em SEO quanto no Google Ads, nós usamos as mesmas frases de pesquisa, as mesmas palavras-chave, as mesmas ferramentas e os mesmos SERPs do Google, só que de formas e perspectivas diferentes.

Com o passar do tempo, os profissionais de SEO começaram a usar as ferramentas de Google Ads, como o Google Keyword Planner, para fazer pesquisa de palavras-chave e devido a isso, o volume de pesquisa tornou-se uma métrica comum incluída em praticamente todos os documentos de pesquisa de palavras-chave.

uma imagem sobre agencia seo

Contudo, essa é apenas uma das métricas que devem ser consideradas na hora de otimizar uma página para o Google. Para além do volume, é importante analisar também a intenção da pesquisa da palavra-chave em questão.

Por exemplo, se uma palavra-chave tem um volume de 40.000 pesquisas por mês, mas a intenção daquilo for descoberta de conhecimento, essa palavra-chave não é interessante em termos comerciais.

Nesse caso, seria muito melhor segmentar uma palavra-chave com volume de 10.000 pesquisas por mês, mas que seja pesquisada com intenção de compra. Dessa forma, as chances de você conseguir fechar uma venda são muito maiores, pois as pessoas que estão pesquisando por esse termo já possuem interesse em comprar, mesmo que o volume mensal de pesquisa seja menor.

Cuidados necessários ao avaliar essa métrica

É importante ter cautela ao usar o volume de pesquisas como uma métrica principal quando falamos de palavras-chave porque os dados fornecidos pelo Planejador de palavras-chave do Google são bem arredondados e fornecem um “volume médio mensal de pesquisas”, ou seja, ele oferece uma estimativa média e não um número preciso.

A baixa concorrência de palavras-chave no Planejador de palavras-chave do Google normalmente significa que os resultados das palavras-chave são muito genéricos e têm várias interpretações comuns, e nem sempre são viáveis ​​para serem incluídos em uma campanha eficaz.

No entanto, se você encontrar palavras-chave marcadas como tendo baixa concorrência em sua pesquisa de PPC, mas forem procuradas pela equipe de SEO e suas pesquisas, elas poderão apresentar uma oportunidade de licitação de baixo custo e gerar cliques e tráfego relevantes para o site do cliente.

Porém, essa lógica também funciona ao contrário. Quando a concorrência pela palavra-chave é alta no Google Ads, é porque aquele termo gera tráfego e conversões, caso contrário, os anunciantes não competiriam tanto por eles. Logo, competir por essas palavras-chave a longo prazo, em termos de campanhas de anúncios, pode ser caro demais.

Logo, é mais interessante levar essas palavras para o SEO para ranquea-las organicamente e colocar em prática uma estratégia para diminuir o custo do investimento nesse tipo de campanha.

É por isso que, enquanto agência seo, nós recomendamos que ambas as estratégias sejam pensadas e executadas em conjunto pois trabalhando dessa forma, os resultados para os clientes em termos de retorno sobre investimento feito em marketing digital são bem mais significativos!