+55 21 2239-6528 contato@thundermustard.com

A definição básica do conceito de SEO busca entender como os motores de busca e os usuários reagem a uma experiência virtual. Assim, quem trabalha com isso procura compreender essa relação para pensar em estratégias que melhorem essa experiência tanto para o usuário quanto para os motores de busca.

Esses mecanismos, que também são chamados de boots, têm a capacidade de avaliar competências técnicas e de conteúdo dos sites para suportar a condução do desempenho da pesquisa orgânica, sendo capazes de identificar estrategicamente em quais lugares é preciso utilizar mais esforços para que esse desempenho seja otimizado.

Como isso funciona?

Para uma agência de marketing digital que trabalha com SEO, um modelo básico não é o suficiente para que os profissionais da área deem conta de melhorar esse processo. É preciso estar sempre procurando maneiras de reinventar a tríade clássica crawl-index-rank (rastrear-indexar-ranquear) para aprimorar esse modelo e conseguir resultados melhores para os sites dos nossos clientes.

Para além desses pilares tradicionais, um modelo mais elaborado inclui também a renderização, a sinalização e a conexão. Provavelmente, você deve estar se perguntando: por que isso é necessário?

Isso acontece porque esses três aspectos são importantes de diferentes maneiras. Na renderização, há um aumento na prevalecência de JavaScript, imagens, CSS e personalização. Na sinalização, tags em HTML, códigos de status e sinais GSC servem como poderosos indicadores que mostram aos mecanismos dos motores de busca como eles devem processar e entender a página. Já na conexão, o objetivo é entender qual ou quais são os conteúdos que os usuários interagem melhor. Esse conjunto de análises

Como ter sucesso em cada etapa desse processo?

Começaremos pelo SEO técnico, que é a capacidade dos motores de busca de pesquisar e encontrar páginas na internet por meio de links internos ou externos, páginas redirecionada ou sitemaps. Para que esse objetivo seja alcançado, eles precisam obter recursos e isso se dá por meio de dois elementos: declarações adequadas de robots.txt e código de status HTTP apropriado.

Depois disso, pode-se medir a eficiência do rastreamento do boot do mecanismo de pesquisa para percorrer todas as experências que são críticas no seu site para que ele possa avalia-lo corretamente. Nesse sentido, você pode fazer algumas perguntas para analisar se a eficiência é satisfatória, como:

  1. A navegação principal do site é simples, clara e útil?
  2. Existem links relevantes na página?
  3. A vinculação interna é clara e rastreável?
  4. Um sitemap HTML está disponível?
  5. Os links de rodapé contêm conteúdo terciário?
  6. Não há armadilhas de rastreamento?
  7. As páginas são consolidadas?
  8. Todas as páginas têm propósito?
  9. O conteúdo duplicado foi resolvido?
  10. Os redirecionamentos foram consolidados?
  11. Os parâmetros estão bem definidos?

Nessa parte da estratégia, é importante conferir os relatórios de comportamento dos sitemaps em HTML para saber para onde os usuários estão indo. Se as respostas forem positivas, isso significa que o rastreamento de páginas na internet está sendo feito de forma eficiente.

Sinalização

O site deve se preocupar em enviar sinais claros para os mecanismos de busca pois confundi-los desnecessariamente pode afetar de maneira significativa o desempenho do site. Esse aspecto está relacionado a garantia de que elementos como as tags, links e URLs são direcionados da melhor forma possível para trazer resultados satisfatórios.

Classificação

A classificação serve para mostrar como esses mecanismos organizam as experiências na internet para comparar todas elas e ver qual site acaba o processo no topo da lista em cada consulta individual. Por essa razão, é importante responder a seguinte pergunta:

  • A sua página pode ou tem a melhor resposta?

O seu site é ou poderia ser semanticamente conhecido (na Internet e entre os usuários) pelos tópicos que você utiliza ao criar seu conteúdo? Isto é, você acha que o seu site é digno de receber links e acessos de pessoas que percorrem a internet para chegar até a experiência que o seu site proporciona?

Se sim, isso significa que você está trabalhando no caminho correto. Caso contrário, é preciso melhorar esses pontos do seu site como um todo para conseguir ter um retorno muito maior.

Como criar conteúdo interessante?

Existem algumas maneiras de conseguir criar conteúdos interessantes para os usuários, como a pesquisa de palavras-chave, pesquisa pelo perfil do consumidor ou por dados mais profundos sobre o comportamento local daqueles usuários em questão.

Com base nisso, você vai ser capaz de compreender a demanda do seu público-alvo para gerar conteúdo de valor para ele, e isso acaba refletindo na maneira como os boots dos motores de busca avaliam o seu conteúdo e gera melhores resultados para o seu negócio.

Conexão

Esse ponto tem a ver especialmente com a interação dos sites e dos motores de busca com os usuários, ou seja, diz respeito a experiência com os seres humanos. Nossa mente está sempre filtrando, processando e armazenando informações, então é fundamental estar na mente das pessoas para que elas lembrem e procurem por você. Levando isso em consideração, é possível continuar sendo relevante para os motores de busca e fazer sentido para os usuários acharem o seu conteúdo relevante na internet.

Como criar identificação com o usuário e continuar fazendo sentido para os motores de busca?
Avalie agora